Escrita para principiantes

Vivemos uma altura complicada e muitos de nós estamos impossibilitados de trabalhar. Contudo, há males que vêm por bem, e estes tempos parados podem ser a oportunidade perfeita para tornar o seu negócio mais rentável e regressar em grande no final desta quarentena! O que acha de aproveitar este período para melhorar a sua escrita – quer seja no seu perfil Fixando, no seu blog, ou mais geralmente na vida?

Em entrevista à Fixando, expert em escrita, Carlos Seabra, partilhou a sua experiência com o intuito de ajudar os nossos leitores a melhorar os seus perfis, sites e blogs. Descubra as dicas dele em baixo!

Para si, quais são os piores erros que podemos cometer quando escrevemos?

São essencialmente três: escrever sobre um assunto que não se conhece profundamente, plagiar e faltar à verdade.

Escrever uma pequena biografia ou uma introdução pessoal pode ser complicado – qual o seu conselho para nos abstrairmos das inseguranças e conseguirmos auto-promovermos-nos?

Escrever sobre nós nunca é fácil. Não se deve parecer tímido, nem arrogante, nem presunçoso e a introdução / apresentação não deverá ser demasiado extensa.

Deve ser feita de forma, genuína, sincera e concisa. Deve ser suscitada curiosidade no leitor de forma a que tente saber mais sobre nós. 

Qual a melhor forma de nos destacarmos? Existem palavras e expressões que são usadas excessivamente e que se tornam cliché?

Relativamente à escrita, o destaque poderá ser feito de duas maneiras: pela forma e pelo conteúdo.

Pela forma, deveremos ter presente os princípios básicos da “escrita SEO”, uma vez que isso nos ajudará a chegar a mais pessoas com interesses semelhantes aos nossos e naquilo que estamos a escrever.

Pelo conteúdo, pois a escrita deverá ser de leitura simples, de fácil compreensão, interativa e apelativa. 

Se o assunto sobre o qual se está a escrever for ter continuidade, poderá ser feita uma alusão ao próximo artigo, para cativar o leitor para a próxima publicação.

Existem, obviamente, palavras e expressões que quando usadas excessivamente se tornam cliché, e isso por vezes poderá indiciar falta de vocabulário ou de imaginação, quanto a mim, devem ser evitados.

Qual o melhor processo para começar a escrever, por exemplo, um blog?

A forma melhor e mais eficaz, é escolher um tema suficientemente abrangente que não se esgote rapidamente e sobre o qual o autor tenha interesse e conhecimento.

Tem alguma sugestão para manter a motivação e evitar um bloqueio criativo?

Se assunto for genuinamente do nosso interesse e se tivermos cientes que temos os conhecimentos necessário e suficientes para escrever, dificilmente existirá um bloqueio. Ainda assim, se porventura acontecer, sugiro um interregno para fazer um “hobby” que se goste.

Pode encontrar o nosso expert, Carlos, no seu instagram, e obviamente também na Fixando!

Procura ajuda noutra área? Veja o que temos reservado para si!

Fixando

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s