O que os experts dizem sobre o SEO para principiantes

Vivemos uma altura complicada e muitos de nós estamos impossibilitados de trabalhar. Contudo, há males que vêm por bem, e estes tempos parados podem ser a oportunidade perfeita para tornar o seu negócio mais rentável e regressar em grande no final desta quarentena! O que acha de aproveitar este período para melhorar o seu website?

Em entrevista à Fixando, 5 experts em SEO partilharam a sua experiência com o intuito de ajudar pequenos negócios a melhorar a sua posição online. Descubra as dicas de Marisa Carlos, co-fundadora da Bizy – Gestão de tempo; Helder Mesquita do FastUP; Paulo Freitas, CEO da LeadSkill; Raquel Ribeiro, CEO de Querer Além, e Adriano Antunes, e comece hoje a melhorar o seu website!

O que é SEO?

Helder Mesquita: “SEO ou otimização para motores de pesquisa, são um conjunto de técnicas que permitem melhorar o posicionamento de um site ou blog em motores de pesquisa como o Google. Este posicionamento ocorre de forma natural por relevância, não sendo publicidade paga ou links patrocinados como o Google Adwords”

Marisa Carlos: “SEO é, em suma, a forma como optimizamos o nosso website ou blog de forma a que motores de pesquisa o encontrem mais facilmente e o possam sugerir a quem está activamente à procura do nosso tipo de conteúdo ou serviços.”

Porque é que é importante SEO?

Marisa Carlos: “Imagine que vende secretárias. Todos os dias há pessoas que procuram uma. As suas secretárias têm qualidade e sabem que serão fáceis de vender quando o cliente entrar na sua loja. Mas ninguém entra. Não é porque não procuram secretárias, mas porque não encontram a sua loja. O SEO é importante porque permite que pessoas encontrem a sua loja de secretárias online e offline.”

Paulo Freitas: “Manter sites reconhecidos pelos motores de busca como Google, Bing, Yahoo, Yandex, entre outros, é um fator chave para o sucesso de qualquer marca ou atividade online. Implementar técnicas de SEO que permitem aumentar o ranking do site é crucial para que o tráfego orgânico seja de boa qualidade e em maior volume.”

O tráfego orgânico define-se pelas pessoas que entram nos websites sem clicar num anúncio, ou seja, trata-se de um tipo de tráfego que é grátis por si.

Helder Mesquita: “com uma boa estratégia de SEO e conteúdos é possível que determinado site ou blog consiga conquistar uma posição na primeira página dos motores de pesquisa.”

É necessário ter conhecimento de coding ou ser engenheiro de software para trabalhar em SEO?

No meio de termos como “tráfego” e “rankings” pode parecer impossível trabalhar o SEO “in house” sem qualquer tipo de formação em engenharia de software, mas não se assuste!

Adriano Antunes: “Muitos hospedeiros de páginas já oferecem nas suas plataformas de configurações alguns recursos do SEO para ajudar a melhorar o posicionamento, porém, é preciso pesquisar sobre o tema e produzir informações precisas e que gerem relevância sobre seu serviço ou produto.”

Helder Mesquita: “Existem várias plataformas hoje em dia que nos permitem desenvolver um website sem necessidade de perceber programação, como por exemplo o wordpress, weebly, wix, webnode, etc.. Todas elas possuem uma versão gratuita mas às vezes limitada no que diz respeito à aplicação de técnicas de SEO e outras, sendo possível comprar módulos que permitem trabalhar esta componente.”

Raquel Ribeiro: “A experiência de um profissional ajuda a obter resultados mais rápidos e otimizar o orçamento, porque alguém que não sabe tenderá a acreditar em tudo o que lê…e nem tudo é útil, nem tudo é verdade e nem tudo funciona.”

Marisa Carlos: “Se o conteúdo é relevante e está bem escrito já tem parte do SEO implementado. A relevância é muito importante. SEO é complexo, mas ao mesmo tempo não. Basta ter alguma paciência para ler sobre ele e ir experimentando.”

Qual é o problema de SEO mais comum que vê com os seus clientes?

Já sabemos que qualquer pessoa pode começar a trabalhar o SEO do seu site, contudo, certamente terão algumas dificuldades e existe erros comuns a todos os principiantes. Assim, o que devemos evitar quando começarmos trabalhar o SEO?

Raquel Ribeiro: “Vejo 2 principais problemas: a arquitectura do site não está bem construída e as palavras-chave utilizadas não têm correspondência com as buscas realizadas pelos utilizadores sobre aquele assunto. O empresário não pode escrever no site como pensa o seu negócio, tem que escrever como o consumidor procura!”

Marisa Carlos: “Quando dizemos que é preciso tempo para realmente optimizar o website ao máximo, reescrever muita coisa, etc. Muitos dos nossos clientes contactam-nos mesmo por isso, falta de tempo. Então a nossa proposta segue no sentido de lhes poupar tempo, sem que abdiquem de fazer as melhorias que têm que ser feitas online.”

Geralmente quanto tempo demoram as mudanças de SEO a mostrar resultados?

O SEO não mostra resultados imediatos, logo, quanto tempo teremos de esperar para ver os frutos do nosso trabalho? Não existe uma resposta certa: há mudanças que podem ter resultados em 24 horas, outras em 3 meses e algumas podem demorar até 12 meses a surtir efeito.

Helder: “Normalmente consigo que os meus clientes comecem a ter os primeiros resultados entre a 4ª e a 6ª semana após as mudanças de SEO… em alguns casos podem demorar mais de seis meses.”

Paulo: “Nós apontamos para um time-frame de 3-5 meses para começar a dar resultados sólidos e sempre dizemos aos nossos clientes que o SEO deve ser uma atividade recorrente e contínua de forma a garantir que seguimos as últimas alterações”

Por onde começar a melhorar o SEO de um site ou blog?

Paulo: “Devemos sempre iniciar com uma fase de auditoria para perceber o atual estado do site e da qualidade dos backlinks… o bom user experience é um fator importante no SEO”, sendo que um backlink é quando um outro site tem um link para o seu.

Marisa: “Rever e reler tudo o que lá têm. Talvez alguns conteúdos já estejam desatualizados e isso pode estar a prejudicá-lo. Mas ainda antes de reescrever tudo novamente, ler um pouco sobre SEO.”

Helder: “Um dos pontos chave para melhoramento do SEO num site ou blog é o título do próprio site ou blog seguido de uma boa descrição… Não esquecer que tanto o título como a descrição devem conter alguns termos de pesquisa que sejam relevantes para a empresa ou o assunto do mesmo.”

Adriano: “Um texto preciso, relevante e que possua uma linha concisa é o primeiro passo. Depois, as análises de palavras chaves, correção de falhas em nomes de imagens e descrições resumidas sobre a página”.

Raquel: é preciso começar “pela arquitetura do site ou blog.”

Recomendaria alguma plataforma ou recurso para ajudar com SEO?

Quando questionados sobre as melhores ferramentas para ajudar com o SEO, a Raquel e o Helder recomendam Yoast SEO, um plugin grátis no WordPress. Por outro lado, o Paulo recomenda SEMRush, Moz Pro e Ahrefs. 

Marisa: “O website Search Engine Journal é uma espécie de bíblia. Recomendo vivamente a quem compreenda Inglês. Se preferirem vídeos, recomendo seguir o Neil Patel e a Income School. Para quem prefere recursos em Português, o Paulo Faustino é quem tem um repertório maior que serve praticamente de escola.”

Helder: “Seguir as diretrizes do Google para webmasters… não esquecer de instalar o Google Analytics e o Google Search Console. Usar o Google Trends para identificar intenções de pesquisa.”

Qual é a recomendação mais importante de SEO que tem para ajudar os nossos profissionais?

Paulo: “é difícil definir uma só, mas partilho as minhas top 3: definir o foco e investir nas keywords principais; conteúdo é rei na web. Conteúdo de qualidade é fundamental para bons resultados e duradouros; análise da concorrência é importante para perceber os pontos fortes e fracos e ajudar a elaborar planos de ação”

Raquel: “o SEO é dos investimentos de marketing e comunicação mais baratos, com maior retorno e resultados mais rápidos. Recomendo a contratação de um profissional, porque conhece os “atalhos” e ajuda a obter resultados cujo retorno rapidamente supera o investimento realizado.”

Adriano: “façam uma boa descrição de sua página, organize o texto, fiquem atentos ao preenchimentos comparado com concorrentes e seus diferenciais.”

Marisa: “o SEO não é algo que se melhora uma vez e já está. Tem que ser continuamente trabalhado para que realmente resulte. Não se pode desistir do SEO. É trabalhoso e com pouco retorno no início, mas quem o aplica bem consegue realmente compensar todo o esforço :)”

Helder: “a produção de conteúdo de valor é determinante. Um site não tem de ser estático, e nos dias de hoje oferecer soluções a problemas que sejam comuns a muitas pessoas, ensinar ou dar a conhecer algo, e inspirar outros, são as principais diretrizes para uma boa produção de conteúdo seja através de um texto, vídeo ou imagem. O SEO não deve ser apenas SEO ON-PAGE (no site ou blog), deve pensar também no SEO OFF-PAGE (fora do site ou blog) ou seja nas redes sociais, até porque o SEO é apenas uma pequena etapa na construção viável de uma estratégia de Marketing Digital.”

Pode encontrar os nossos experts nos seus sites, e obviamente também na Fixando! Em baixo também seguem algumas informações sobre eles.

Helder Mesquita inicia em 2013 um caminho de aprendizagem na área do marketing digital, SEO e WordPress, após uma carreira com mais de 20 anos de experiência na área comercial B2B e B2C. Em 2015 dá início ao seu projeto FastUP, uma empresa especializada em consultoria de marketing digital. Já participou como orador e palestrante em eventos ligados ao digital em Portugal. É formador certificado (CCP) e está a lançar um novo projeto “Academia de Marketing”, onde terá vários cursos direcionados a particulares e empresas.

Paulo Freitas é o CEO da LeadSkill, e fundou a empresa com o objetivo de implementar uma oferta completa aos seus clientes desde o desenvolvimento web, produção de conteúdos, ao desenvolvimento de atividades de marketing digital como SEO e paid search. Ao longo de mais 10 anos da atividade profissional, foi consultor de diversas empresas a nível europeu para a área de SEO Manager, Marketing Manager e CTO, tendo sido responsável por desenvolver a presença digital dessas empresas e ter impacto direto no retorno financeiro das mesmas. No decorrer da sua carreira, obteve o MBA na área de Marketing.

Marisa Carlos, empreendedora, é actualmente co-fundadora da Bizy – Gestão de tempo. O seu objectivo é ajudar freelancers e empreendedores a rentabilizar tempo e dinheiro através da delegação de tarefas a Assistentes Virtuais e a aplicação de Estratégias de Marketing focadas no cliente.

Raquel Barbosa Ribeiro é empresária, profissional de Marketing, Comunicação e Turismo, professora universitária e mentora de negócios, com uma carreira de mais de 20 anos. Passou por empresas como Caixa Geral de Depósitos, Transtejo, Grupo Impresa, Sumol, TravelTailors e ISCSP-Universidade de Lisboa. Na sua empresa Querer Além, oferece consultoria de Estratégia, Marketing e Comunicação, com a preocupação de integrar online e offline (omnicanal) para maior eficácia

Adriano Antunes, Mestrando em Comunicação na UTAD, Bacharel em Publicidade e Propaganda, Designer Gráfico e apaixonado pelo mundo digital. Brasileiro, que iniciou sua jornada no mundo gráfico muito jovem e aprimorou seus conhecimentos ao longo do tempo, mesclando a arte gráfica com a inovação das tecnologias de comunicação. Atualmente morando em Braga e conhecendo o mercado europeu de comunicação.

Procura ajuda noutra área? Veja o que temos reservado para si!

Fixando

2 opiniões sobre “O que os experts dizem sobre o SEO para principiantes

  1. Pingback: Querer Além

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s