Ansiedade e depressão levam portugueses a procurar ajuda!

portugueses-pedem-ajuda-durante-o-confinamento

Sair à rua, participar em atividades e abraçar os nossos amigos foram coisas que deixamos de fazer durante o tempo de confinamento. Depois de três meses dentro de quatro paredes  sempre com a mesma rotina, o nosso psicológico foi enfraquecendo. 

Durante o período de desconfinamento, a procura de serviços de psicologia, aconselhamento matrimonial e psicoterapia foi notória, aumentando 312% entre os meses de Junho e Julho. 

Mas afinal o que está a afetar psicologicamente os Portugueses? 

Após um estudo da nossa plataforma Fixando, conseguimos perceber que a ansiedade, a depressão e os distúrbios matrimoniais são os principais motivos que levaram os Portugueses a recorrer à ajuda externa. 

O bem-estar e a importância da saúde mental têm sido o centro das atenções. Sendo estes os principais temas em debate na sociedade.

Os portugueses nos últimos tempos têm colocado de lado todos os tabus que iam aparecendo quando este assunto era abordado.

Assim sendo, o aumento da sua preocupação relativamente à necessidade de prestarem atenção às duas doenças do século (Ansiedade e Depressão) tem sido relevante. 

Estas duas doenças lideraram as causas das pesquisas por psicólogos e psicoterapeutas, sendo que o confinamento só veio agravar esta a manifestação.

Já o aconselhamento matrimonial também tem sido um serviço bastante solicitado, sendo que o principal objetivo de 71% dos casais é conseguir restituir a confiança e melhorar a sua comunicação. 

No entanto, a procura por este tipo de serviços localiza-se maioritariamente na região da grande Lisboa com 35%, e no Porto com 13%.

Quais são os sintomas de depressão e da ansiedade? 

Ansiedade: 

A ansiedade manifesta-se preferencialmente com sintomas físicos como insónias, dificuldade em respirar, palpitações, náuseas, tensão muscular e tonturas. 

Depressão: 

Já na depressão, a manifestação de sintomas psicológicos sobrepõe-se aos físicos. Entre eles, a sensação persistente é de tristeza, um menor interesse por atividades do quotidiano, sensação de culpa ou falta de esperança para o futuro, aliada a uma fadiga crónica e às insónias, são os principais sinais de alerta.

Devo pedir ajuda? Onde posso encontrar profissionais destas áreas?

Sim deve! É essencial que peça ajuda, não só por si mas por todos os que lhe querem bem! Comece a procurar profissionais de psicologia, aconselhamento matrimonial, bem-estar e psicoterapia na Fixando, onde poderá escolher o profissional mais adequado para si. Poderá também optar pelo serviço gratuito SOS Voz Amiga: 213544545 – uma linha de apoio emocional que se disponibiliza a ajudar todos aqueles que se encontram em situações de sofrimento causadas pela solidão, ansiedade, depressão ou risco de suicídio.

Procura ajuda noutra área? Veja o que temos reservado para si!

Fixando

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s