Burnout – Causas, Sintomas e Como Gerir?

Burnout-sintomas-Causas

Burnout – Causas, Sintomas e Como Gerir?

ouviu falar, naturalmente, em Burnout. Mas será que sabe mesmo o que é? O termo inglês tem a ver com cansaço, desgaste, esgotamento, exaustão… Mais traduzido à letra tem a ver com queimado, queimado totalmente… E está muito ligado ao cansaço extremo num contexto profissional…

Então, interrogue-se agora: “Como é que eu ando a lidar com o meu trabalho?” Perceba o seu interior… será que anda com aquele desejo de ser o melhor? E será que isso tem tanta importância para si ao ponto da sua autoestima se ressentir?

E será que, por acaso, começou a percecionar que o seu desempenho não anda naquele nível que ambiciona? Você entrou, nesse caso, naquele comportamento compulsivo, não pára e fica esgotado, tanto emocionalmente como fisicamente! Pois, então a sua autoconfiança andará a ressentir-se… Ou será que até acha que o seu desempenho é bom, mas considera que ninguém o reconhece devidamente? Será?… Anda assim?

E chegado aqui você encontra-se num estado de grande desconforto, a sofrer um grande nível de stress, você está mesmo com um esgotamento e os seus pensamentos levam-no a dizer: “Sou um fracasso!”, “Não tenho valor!”, “Não vale a pena”, “Não consigo” E para além destas cognições negativas, lá vêm as emoções: tristeza, inquietude, frustração, desilusão consigo mesmo…

Chegou  a este ponto gradualmente, e nem se apercebeu… Pois, provavelmente não usou as estratégias mais adequadas de “coping”, ou seja de enfrentamento de situações mais adversas .E você poderá dizer que a culpa é do seu trabalho, do tipo de trabalho que tem, que é muito exigente, ou do contexto organizacional, das chefias… Só que, repare, nem todas as pessoas da mesma profissão, ou que trabalham no mesmo local, e com as mesmas funções, entram em Burnout… É, não é?

De facto, você pode mudar… Há coisas exteriores a si que não podem mudar, mas você pode mudar dentro de si…  Você considera que se cometem injustiças lá na sua empresa, que não lhe dão o devido valor, ou que exigem demais de si… Mas há muitas coisas que são como são, há muitos problemas sobre os quais você não tem meios de atuar… Pode, no entanto, “atuar” em si. Você pode cuidar mais de si! Deveria ser de outro modo? Talvez, sim, mas perceba se você tem a capacidade para que aconteça de outro modo. Sim? Ótimo! Mas, então, faça “apenas” o seu melhor. E o seu melhor pode ser feito de uma forma tranquila, não esgotante, não de uma forma que leve a um quadro de ansiedade psicopatológica e depressão…

Na verdade, talvez possamos fazer sempre melhor, mas a que custo? Encontre, pois, o equilíbrio… Sim, é possível, você pode e você merece ter uma vida mais serena, com mais paz interior… Então, perceba os seus limites, que você pode escolher, decidir, optar por uma vida em que o valor mais importante, o fundamental, possa ser a tal serenidade e não o trabalho puro e duro

E talvez precise de uma ajuda profissional… Sim, você pode ter chegado a um nível em que precise mesmo de recorrer a um psicólogo, psicoterapeuta, hipnoterapeuta, que use várias técnicas e ferramentas psicoterapêuticas: relaxamento mental, imagética, meditação guiada, mindfulness, hipnose, EMDR… Comece, pois, a trabalhar antes neste sentido! Vai ver que vale mesmo a pena! Você merece, sim!

Jorge Amaro – Psicólogo

Jorge Amaro, formado pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, é membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses e da Associação EMDR Portugal. Na sua prática clínica, tem privilegiado algumas abordagens psicoterapêuticas das quais destaca a Hipnose Ericksoniana e o EMDR.

Website Psicovias | Facebook Psicovias |Instagram Psicovias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s