Um toque especial para a suas receitas natalícias!

Muitas das receitas que faço hoje, são adaptações de doces que fazia com a minha avó. Pode parecer cliché, mas quem não tem memórias das avós a fazerem doces maravilhosos, enquanto esperávamos, com aquela ansiedade de criança, para poder “rapar o tacho”, brigar pelo resto de massa ou creme que ficou nas varas e provar os bolos mal saiam do forno?

Com a realidade que vivemos hoje em dia…horas de trabalho, limpar a casa, tratar dos filhos… passou a ser mais fácil comprar parte da alimentação já pronta. E é neste ponto que devemos questionar o que comprar e onde.

Nas últimas décadas a indústria alimentar cresceu consideravelmente, e passámos a ter em todos os supermercados todo o tipo de pastelaria já pronta a comer a preços mais baixos, e as pastelarias de fabrico próprio começaram a utilizar ingredientes com maior prazo de validade e por vezes mix em pó já preparados… o que implica uma maior quantidade de conservantes e outros químicos prejudiciais à nossa saúde. Dados estes factos, a questão que se coloca é: quais ingredientes estão a ser utilizados para fazer estes doces ?

Uma produção em massa com custos reduzidos , utiliza ingredientes de longa duração com conservantes, corantes estabilizantes etc.

Já repararam que antigamente ao comer um bolo com chantilly numa pastelaria, este tinha sabor, era leve e derretia-se na boca … só durava um dia na montra por ser tão fresco.

Hoje em dia  o chantilly é espesso, sem sabor e aguenta 5 dias numa vitrine … espessantes, estabilizantes,etc. Os próprios bolos, sejam eles de limão, laranja, chocolate …tem praticamente o mesmo sabor porque hoje em dia basta misturar um pacote de pó, juntar água, colocar no forno e temos um bolo. Com que tipo de químicos são feitos estes produtos que nos facilitam tanto a vida mas prejudicam a nossa saúde ?

Este Natal, sendo um ano atípico, porque não fazer os nossos doces em casa ou até comprar produções caseiras?

Vantagens de preparar os nossos doces em casa:

  • Além de ser uma boa oportunidade de juntar a família na cozinha, principalmente as crianças que nesta altura querem ajudar e adoram aprender a fazer os doces de Natal, existe um leque de tutoriais e workshops online que ensinam passo a passo tudo o que precisamos;
  • Garantimos que sabemos o que estamos a comer pois a escolha da qualidade de ingredientes é nossa;
  • Damos o nosso toque pessoal  na  decoração dos doces.

Quando falo de ingredientes de qualidade, não falo obrigatoriamente de ingredientes saudáveis e light, até porque o Natal é dia de se quebrar dietas, mas sim escolher os produtos mais frescos e naturais possível.

Exemplos :

  • Natas e leites frescos com menos conservantes e com validades curtas.
  • Ovos e fruta biológicos. vagem de baunilha e aromas naturais.
  • Fazer um bolo de base em vez dos pacotes de misturas já feitas ,
  • Dar os aromas naturais aos bolos  em vez de utilizar frascos de aromas concentrados 

Ao começar a ter alguma atenção e cuidado com o que comemos, estamos a cuidar de nós e dos que nos rodeiam… O meu lema sempre foi cozinhar com ingredientes naturais e paixão.

Biografia :

O meu nome é Catarina Brito e tenho uma grande paixão por pastelaria e decoração de bolos. Sou licenciada em gestão turística mas comecei a minha carreira com negócio familiar de cafetarias/pastelaria. Faço pequenos Caterings e estou neste momento a desenvolver um novo projeto de bolos de casamento com decoração de Waffer Papper.

Facebook | Instagram

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s