Porque é que o meu cão tem medo?

Porque é que o meu cão tem medo?

“Quem tem medo, compra um cão.” Mas o que acontece quando o seu cão tem medo? Ao contrário do que os ditados dizem, os cães também se assustam e há muitos animais traumatizados. Há muitos cães que reagem mal perante estranhos ou que só se aproximam a um membro da família. Noutras ocasiões, tentam esconder-se, não têm apetite, salivam, ficam inquietos e, em casos extremos, até sofrem incontinência. 

Por isso, vamos explorar alguns medos mais comuns dos cães e como os ultrapassar!

  • Fogo de artifício, alarmes e outros ruídos: um dos medos mais comuns dos cães são os ruídos altos. Isto acontece por vários motivos: primeiro, porque são apanhados de surpresa e, depois, porque são mais sensíveis a frequências altas do que os humanos. Quando estas situações acontecem, deve ter sossegar o seu cão para que não desenvolva um medo permanente. 
  • Medo de ficar sozinho: muitas vezes, os cães ficam a latir quando os donos saem para ir trabalhar ou vão de férias. Este medo da separação pode dever-se a traumas anteriores (por exemplo, se resgatou um cão abandonado), mas também pode ser apenas falta de hábito. Deve habituar o seu cão a ser independente e autónomo desde pequeno. Se o seu cão já é adulto, comece a habituá-lo a ficar sozinho por curtos períodos de tempo (por exemplo, meia hora) e vá aumentando a duração aos poucos. Eventualmente, o seu patudo vai perceber que volta sempre! No caso de passar realmente muito tempo fora de casa e não conseguir dar atenção ao seu cão, também pode procurar um hotel ou creche para cães em Lisboa ou no Porto.
  • Medo de outras pessoas: se o seu cão tem medo de outras pessoas, talvez não tenha socializado o suficiente com outros humanos enquanto era cachorro. Mas também pode ter um trauma com experiências anteriores com outros cães ou outras pessoas. Nestes casos, é importante fazer uma dessensibilização, mas isso pode não ser o suficiente. Sempre que o seu cão convive com um estranho, deve dar-lhe uma recompensa (que funciona como um estímulo positivo), para que deixe de associar a ocasião com algo mau.

Por último, se o seu cão está a exibir comportamentos diferentes do habitual, lembre-se que pode ser sinal de um problema de saúde. Procure um veterinário no Porto, um veterinário em Lisboa ou na sua localidade através da Fixando e leve o seu melhor amigo a um check-up! 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s